A B C D E F G H I J L M N O P Q R S T U V X Z

 
 

Definição

A


Acréscimo populacional Diferença entre os efectivos populacionais em dois momentos do tempo. O acréscimo populacional é calculado pela adição do saldo natural e do saldo migratório.
Agregado doméstico privado Conjunto de indivíduos que reside no mesmo alojamento e cujas despesas habituais em alojamento e alimentação são suportadas conjuntamente (orçamento comum), independentemente da existência de laços de parentesco; o indivíduo que ocupa integralmente um alojamento ou que, partilhando-o com outros indivíduos, não satisfaz a condição anteriormente citada.
Alojamento

Local distinto e independente construído, reconstruído, ampliado ou transformado para habitação humana e que, no período de observação, não está a ser utilizado, totalmente, para outro fim. Por distinto e independente entende-se o seguinte: Distinto significa que é cercado por paredes de tipo clássico ou de outro tipo, que é coberto e permite que um indivíduo ou grupo de indivíduos possa dormir, preparar refeições e abrigar-se das intempéries, separados de outros membros da colectividade; Independente significa que os seus ocupantes não têm que atravessar outras unidades de alojamento para entrar ou sair da unidade de alojamento onde habitam.

Alojamento familiar Unidade de habitação que, pelo modo como foi construída, ou como está a ser utilizada, se destina a alojar, normalmente, apenas uma família (Ex: barraca, casa rudimentar de madeira, alojamento clássico, alojamento privado, alojamento móvel, outros).
Alojamento familiar clássico (Fogo) Local distinto e independente, constituído por uma divisão ou conjunto de divisões e seus anexos, num edifício de carácter permanente ou uma parte distinta do edifício destinado à habitação de apenas uma família/agregado doméstico privado.
Amostra Conjunto de dados ou observações, recolhidos a partir de um subconjunto da população, que se estuda com o objectivo de tirar conclusões para a população de onde foi recolhida.
Amplitude amostral Medida da variabilidade de uma amostra, correspondente à diferença entre o valor máximo e o valor mínimo do conjunto de dados.
Amplitude de classe Diferença entre o valor máximo e o valor mínimo da classe.
Amplitude inter-quartil Medida da variabilidade da amostra, correspondente à diferença entre os valores do terceiro e do primeiro quartis, dando-nos informação sobre a amplitude do intervalo em que se encontram 50% das observações centrais.
Analfabeto Indivíduo com 10 ou mais anos que não sabe ler nem escrever, isto é, o indivíduo incapaz de ler e compreender uma frase escrita ou de escrever uma frase completa.
Áreas Metropolitanas As áreas metropolitanas de Lisboa (AML) e Porto (AMP) são pessoas colectivas de direito público de âmbito territorial e visam a prossecução de interesses próprios das populações da área dos municípios integrantes. A AML tem sede em Lisboa e compreende os seguintes concelhos: Alcochete, Almada, Amadora, Azambuja, Barreiro, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Oeiras, Odivelas, Palmela, Sesimbra, Setúbal, Seixal, Sintra e Vila Franca de Xira. A AMP tem sede no Porto e compreende os seguintes concelhos: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo, Vila do Conde e Vila Nova de Gaia.
Arrendamento Contrato pelo qual uma das partes concede à outra o gozo temporário de um alojamento, no todo ou em parte, mediante retribuição (renda).
Atlas
Colecção de cartas geográficas, estampas, mapas, quadros, etc
 

[ TOPO ]

C


Caixa dos bigodes É um tipo de representação gráfica, em que se realçam algumas características da amostra. O conjunto dos valores da amostra compreendidos entre o 1º e o 3º quartis, Q.25 e Q.75 é representado por um rectângulo (caixa) com a mediana indicada por uma barra.
Consideram-se seguidamente duas linhas que unem os lados dos rectângulos com os chamados valores adjacentes.
Causa de morte Doença, estado mórbido ou lesão que produziu a morte ou que contribuiu para ela, ou as circunstâncias do acidente ou da violência que produziu essa lesão.
Causa [de morte] externa (morte não natural) Factores externos responsáveis pela estado patológico causador do óbito, nomeadamente por tipo de suicídio, tipo de acidente, tipo de homicídio, catástrofe natural e outros.
Censos Ver Recenseamento.
Cidades Áreas urbanas centrais, onde se concentram equipamentos administrativos e actividades económicas e correspondendo a um espaço específico de planeamento municipal.
Classe Modal O valor que surge com mais frequência se os dados são discretos, ou, o intervalo de classe com maior frequência se os dados são contínuos.
Coeficiente de correlação Medida do grau de associação linear (negativa ou positiva) entre duas variáveis.
 

[ TOPO ]

D


Dados bivariados Par de valores correspondente a um dado indivíduo ou resultado experimental.
Dados contínuos Dados quantitativos que podem tomar todos os valores numéricos, compreendidos no seu intervalo de variação.
Dados discretos Dados quantitativos que só podem tomar um número finito, ou infinito numerável, de valores distintos.
Dados qualitativos Representam a informação que identifica alguma qualidade, categoria ou característica, não susceptível de medida, mas de classificação, assumindo várias modalidades.
Dados quantitativos Representam a informação resultante de características susceptíveis de serem medidas, apresentam-se com diferentes intensidades, que podem ser de natureza discreta - dados discretos, ou contínua - dados contínuos.
Densidade populacional Intensidade do povoamento expressa pela relação entre o nº de habitantes e a superfície do território (nº de habitantes por quilómetro quadrado).
Despesa (Despesas de consumos dos agregados) Consumo final que compreende: as despesas com aquisição de bens e serviços; consumos próprios.
Desvio-padrão Medida da variabilidade de uma amostra, relativamente ao seu valor médio, correspondente à raiz quadrada do valor da variância e que é expressa nas mesmas unidades que os dados originais.
Diagrama de barras É uma representação gráfica, que consiste em marcar num sistema de eixos coordenados, no eixo dos xx, pontos que representem as classes, e nesses pontos, barras verticais de altura igual ou proporcional à frequência absoluta ou relativa.
Diagrama de Caule-e-folhas É um tipo de representação que se pode considerar entre a tabela e o gráfico, uma vez que são apresentados os verdadeiros valores da amostra, mas numa apresentação sugestiva, que faz lembrar um histograma. Consiste em escrever do lado esquerdo de uma linha vertical, o dígito (ou dígitos) da classe de maior grandeza, seguidos dos restantes.
Diagrama de dispersão É uma representação gráfica para os dados bivariados, em que cada par de dados (xi, yi) é representado por um ponto de coordenadas (xi, yi), num sistema de eixos coordenados.
Diagrama de extremos e quartis É um tipo de representação gráfica, em que se realçam algumas características da amostra. O conjunto dos valores da amostra compreendidos entre o 1º e o 3º quartis, Q.25 e Q.75 é representado por um rectângulo (caixa) com a medianaindicada por uma barra. Consideram-se seguidamente duas linhas que unem os lados dos rectângulos com os valores máximo e mínimo, respectivamente.
Dimensão da amostra Número de elementos da amostra.
Dimensão Média das Sociedades Relação entre as pessoas ao serviço nas sociedades sediadas e o número de sociedades sediadas.
Distribuição de frequências Ver diagrama de barras.
Distribuição enviesada Histograma que apresenta uma distribuição de frequências de forma acentuadamente assimétrica, apresentando valores substancialmente mais pequenos num dos lados, relativamente ao outro.
Distribuição simétrica Histograma que apresenta uma distribuição de frequências de forma aproximadamente simétrica, relativamente a uma classe média.
Doenças Estados do organismo em que existem alterações anatómicas ou perturbações funcionais que o afastam das condições normais. Utiliza-se para fins estatísticos a Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial de Saúde (OMS).
Doenças de declaração obrigatória Doenças constantes da lista anexa à Portaria n.º 766/86, de 26 de Dezembro, com as alterações da Portaria n.º 148/87, de 4 de Março, e da Portaria n.º 40/93, de 11 de Janeiro.
Dormida Permanência num estabelecimento que fornece alojamento, considerada em relação a cada indivíduo, e por um período compreendido entre as 12 horas de um dia e as 12 horas do dia seguinte.
 

[ TOPO ]

E


Edifício Construção independente, coberta, limitada por paredes exteriores ou paredes meias que vão das fundações à cobertura, destinada a servir de habitação (com um ou mais fogos/alojamentos) ou outros fins.
Emigrante permanente Pessoa (nacional ou estrangeira) que, no período de referência, tendo permanecido no país por um período contínuo de pelo menos um ano, o deixou com a intenção de residir noutro país por um período contínuo igual ou superior a um ano.
Emigrante temporário Pessoa (nacional ou estrangeira) que, no período de referência, tendo permanecido no país por um período contínuo de pelo menos um ano, o deixou, com a intenção de residir noutro país por um período inferior a um ano. Nota: Excluem-se desta situação as deslocações com carácter de: turismo, negócios, estudo, saúde, religião ou outro de igual teor.
Empregados Indivíduos que tendo idade igual ou superior a 14 anos, tinham, no período de referência, efectuado trabalho de pelo menos uma hora, mediante o pagamento de uma remuneração ou com vista a um benefício ou ganho familiar em dinheiro ou em géneros. Inclui os indivíduos que, tendo um emprego, não estavam ao serviço no período de referência mas mantinham uma ligação formal com o seu emprego; tendo uma empresa, não estavam temporariamente ao trabalho por uma razão específica e os que, em situação de pré-reforma, se encontrem a trabalhar no período de referência.
Esperança de vida à idade X É o número médio de anos que um indíviduo pode esperar viver, se submetido, desde o nascimento, às taxas de mortalidade observadas no momento (ano de observação).
Estatística (1) Disciplina cujo objectivo fundamental é a recolha, a compilação, a análise e a interpretação de dados.
Estatística (2) É um número que descreve a amostra. Calcula-se o valor de uma estatística a partir de valores observados na amostra. Utiliza-se a estatística para estimar um parâmetro desconhecido
Estatística descritiva Estudo descritivo dos dados de uma amostra (ou de uma população), em que se resume a informação contida no conjunto de dados construindo tabelas, gráficos e calculando algumas características do conjunto de dados / estatísticas, tratando-se de uma amostra, ou parâmetros, tratando-se de uma população.
Estatística indutiva Fase fundamental da análise estatística, durante a qual, conhecidas certas propriedades (obtidas a partir de uma análise descritiva da amostra), expressas por meio de proposições, se imaginam proposições mais gerais, que exprimam a existência de leis (na população).
Estimador É uma estatística amostral (variável aleatória) cujos valores particulares constituem estimativas dos parâmetro sem causa. Ver Estatística (2).
Estimativa Resultado do estimador com base numa amostra concreta.
Estrangeiro com residência legalizada Indivíduo de nacionalidade não portuguesa a quem foi concedida uma autorização de residência pelos serviços oficiais competentes.
EUROSTAT Organismo responsável pela disponibilização da informação estatística na União Europeia. A informação fornecida deverá ser imparcial, fiável e comparável entre os diferentes Estados-membros.
 

[ TOPO ]

F


Família Clássica A pessoa independente que ocupa uma parte ou a totalidade de um alojamento ou o conjunto de pessoas que residem no mesmo alojamento e que têm relações de parentesco de "direito" ou de "facto" entre si, podendo ocupar a totalidade ou parte do alojamento. As empregadas domésticas residentes no alojamento onde prestavam serviço são integradas na respectiva família.
Família Institucional Conjunto de pessoas residentes num alojamento colectivo que, independentemente da relação de parentesco entre si, observam uma disciplina comum, são beneficiários dos objectivos de uma instituição e são governados por uma entidade interior ou exterior ao grupo (ex: conventos e quartéis)
Fogo (Alojamento familiar clássico) Local distinto e independente, constituído por uma divisão ou conjunto de divisões e seus anexos, num edifício de carácter permanente ou uma parte distinta do edifício destinado à habitação de apenas uma família / agregado familiar doméstico privado.
Frequência absoluta Número de elementos pertencentes a uma determinada classe.
Frequência relativa Razão entre o número de elementos pertencentes a uma determinada classe e o número total de elementos do conjunto de dados a analisar.
Função distribuição empírica É uma função F(x) definida para todo o valor de x de R, e que para cada x dá a proporção de elementos da amostra menores ou iguais a x.
 

[ TOPO ]

G


Ganho Montante ilíquido em dinheiro e/ou géneros, pago no período de referência com carácter regular, pelas horas de trabalho efectuado, assim como o pagamento de horas remuneradas mas não efectuadas (feriados, férias e faltas justificadas que não impliquem perda de remuneração). Inclui, para além da remuneração base, todos os subsídios com carácter regular (alimentação, alojamento, diuturnidades, antiguidade, função, produtividade, trabalho por turnos, nocturno, trabalhos penosos, etc.), bem como o pagamento por horas extraordinárias.
 

[ TOPO ]

H


Histograma Representação gráfica de dados contínuos, formado por uma sucessão de rectângulos adjacentes, tendo cada um por base um intervalo de classe e por área a frequência relativa (ou a frequência absoluta). Deste modo a área total coberta pelo histograma é igual a 1 (respectivamente igual a n, a dimensão da amostra).
 

[ TOPO ]

I


Idade activa População entre os 15-64 anos (activa ou potencialmente activa). Entre 0-14 anos é considerado população jovem e 65 e mais anos população idosa.
Idade mediana dos óbitos por VIH Idade em que o acumulado dos óbitos ocorridos adicionados a partir dos zero anos atinge 50% do total dos óbitos.
Índice de Dependência de Idosos Quociente entre a população idosa (65 e mais anos) e a população em idade activa (dos 15 aos 64 anos).
Índice de Dependência Total É a relação entre a população jovem e idosa e a população em idade activa, por cada 100 indivíduos. Corresponde à soma dos índices de dependência de jovens e idosos.
Índice de Dependência Total = ((Índice Dependência Jovens + Índice Dependência Idosos) / População dos 15-64 anos)*100
Índice de Envelhecimento Relação existente entre o número de idosos (população com 65 e mais anos) e o de jovens (população com menos de 15 anos), por cada 100 indivíduos.
Índice de Longevidade Relação entre a população de 75 e mais anos e a população de 65 e mais anos. Trata-se de um indicador adicional de medida de envelhecimento de uma população.
Índice de Preços ao Consumidor (IPC) Medida da variação dos preços de um conjunto de produtos - bens e serviços - consumidos por um determinado estrato populacional, designado de população de referência. O INE divulga três medidas do crescimento dos preços no consumidor: variação mensal; variação homóloga; variação média dos últimos 12 meses.
Índice Sintético de Fecundidade Número de crianças que, em média, cada mulher tem durante a sua vida fecunda.
Inferência estatística Ver Estatística indutiva.
Inflação Subida generalizada e sustentada dos preços. Vulgarmente associa-se o conceito de inflação para aferir o aumento dos preços dos bens e serviços no consumidor.
ISCED (International Standard Classification of Education) (Classificação Padrão Internacional da Educação) : O nível 0 corresponde à educação pré-escolar ( a não frequência escolar também se enquadra neste nível); o nível 1 corresponde aos 1º e 2º ciclos do ensino básico; o nível 2 corresponde ao 3º ciclo do ensino básico; o nível 3 corresponde ao ensino secundário; o nível 4 não encontra correspondência no sistema educativo nacional (corresponde a um ensino pós-secundário que não é ensino superior); o nível 5 corresponde ao ensino superior que engloba bacharelato, licenciatura, DESE, pós-licenciatura e mestrado; e o nível 6 ao grau de doutoramento.
 

[ TOPO ]

L


Licenças para Habitação Relação entre as licenças concedidas para habitação e o total de licenças concedidas.
  [ TOPO ]

M


Média É a medida de localização do centro da amostra, mais utilizada e obtém-se somando todos os elementos da amostra e dividindo o resultado da soma pela dimensão da amostra.
Mediana É uma medida de localização do centro da distribuição dos dados, correspondente ao valor que divide a amostra ao meio, isto é, metade dos elementos do conjunto de dados são menores ou iguais à mediana, enquanto que os restantes são superiores ou iguais.
Migração Deslocação de uma pessoa através de um determinado limite espacial, com intenção de mudar de residência de forma temporária ou permanente. A migração subdivide-se em migração internacional (migração entre países) e migração interna (migração no interior de um país).
Moda Valor que surge com mais frequência num conjunto de dados, se estes são discretos, ou a classe com maior frequência se os dados são contínuos ou se estão agrupados.
Mortalidade Infantil Óbitos de crianças nascidas vivas, que faleceram com menos de um ano de idade.
 

[ TOPO ]

N


Nacionalidade Cidadania legal presente do indivíduo no momento da observação; são consideradas as nacionalidades constantes no passaporte, na autorização de residência ou no certificado de nacionalidade apresentado.
Nado-vivo Produto da fecundação que após a expulsão ou extracção completa do corpo materno, independentemente da duração da gravidez, do corte do cordão umbilical e da retenção da placenta, respira ou manifesta sinais de vida, tais como pulsações do coração ou do cordão umbilical ou contracções efectivas de qualquer músculo sujeito à acção da vontade.
NUTS Nomenclatura de Unidades Territoriais para Fins Estatísticos criada pelo Decreto-Lei nº 46/89, de 15 de Fevereiro com vista a estabelecer uma harmonia entre as divisões territoriais utilizadas para fins estatísticos. Esta nomenclatura tem vários níveis geográficos conforme o nível de desagregação assumido (por exemplo, o nível II, no Continente, é composto pelas unidades: Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve).
 

[ TOPO ]

O


Óbito Desaparecimento permanente de qualquer sinal de vida em qualquer momento, após o nascimento com vida.
Outliers Ver valores aberrantes.
 

[ TOPO ]

P


Parâmetro É um número que descreve a população. Este número, embora seja fixo, normalmente é desconhecido. Um parâmetro desconhecido pode ser estimado a partir de uma estatística (ou estimador).
Partos Gemelares Partos relativos aos gémeos.
Permilagens Proporções relativas a mil.
Pessoal Administrativo Pessoal que se ocupa das actividades auxiliares da empresa como sejam contabilidade, gestão de recursos humanos, e todas as outras que não têm a ver directamente com a actividade económica da empresa.
Pessoal ao Serviço
Número médio de pessoas ao serviço da empresa durante o ano utilizando a fórmula:
N.º médio de pessoas = Somatório do pessoal ao serviço na última semana completa de cada mês
N.º de meses de actividade da empresa
Pessoal ao Serviço por CAE Pessoas que, no período de referência, participaram na actividade da empresa/instituição, qualquer que tenha sido a duração dessa participação por Classificação de Actividade Económica.
Pessoal Dirigente Pessoal que define a política geral da empresa ou exerce uma função consultiva na organização da mesma. São incluídos neste item, os administradores e directores de 1ª linha (director financeiro, director comercial, director de produção, etc.). São excluídas as pessoas que, embora tenham essas funções, apenas recebem "senhas de presença".
Pessoal Técnico Inclui os programadores, analistas de sistemas, técnicos de software, técnicos de hardware, formadores e outro pessoal técnico.
Polígono de frequências Linha que une os extremos das barras de um Diagrama de barras.
População Colecção de unidades individuais, que podem ser pessoas ou resultados experimentais, com uma ou mais características comuns, que se pretendem estudar.
População activa Conjunto de indivíduos com idade mínima de 15 anos que, no período de referência, constituem a mão-de-obra disponível para a produção de bens e serviços que entram no circuito económico. Inclui empregados (emprego civil e militares de carreira) e desempregados (à procura de 1º ou novo emprego).
População desempregada Abrange todos os indivíduos com idade mínima de 15 anos que, no período de referência, não tinham trabalho remunerado nem outro qualquer; que estavam disponíveis para trabalhar num trabalho remunerado ou não; que tinham procurado um trabalho nos últimos 30 dias, remunerado ou não.
População empregada Abrange todos os indivíduos com idade mínima de 15 anos que, no período de referência, tenham efectuado trabalho de pelo menos uma hora, mediante o pagamento de uma remuneração ou com vista a um benefício ou ganho familiar em dinheiro ou em géneros. Engloba também os indivíduos que mantinham uma ligação formal com o seu emprego, os indivíduos que não estavam ao serviço à data da recolha de informação, mas que tendo uma empresa não estavam temporariamente ao trabalho por uma razão específica e os indivíduos que, em situação de pré-reforma, se encontravam a trabalhar no período de referência.
População estrangeira com autorização de permanência Conjunto de pessoas de nacionalidade não portuguesa, titulares de uma autorização de permanência em Portugal, em conformidade com a legislação de estrangeiros em vigor.
População estrangeira com estatuto legal de residente

Conjunto de pessoas de nacionalidade não portuguesa com autorização ou cartão de residência, em conformidade com a legislação de estrangeiros em vigor. Não inclui os estrangeiros com a situação regular ao abrigo da concessão de autorizações de permanência, de vistos de curta duração, de estudos, de trabalho ou estada temporária, bem como os estrangeiros com a situação irregular.

População idosa Conjunto de indíviduos com 65 e mais anos de idade.
População inactiva Conjunto de indivíduos, qualquer que seja a sua idade, que no período de referência não podem ser considerados economicamente activos, isto é, não estão empregados nem desempregados, nem a cumprir o serviço militar obrigatório.
População presente Indivíduos que no momento censitário - zero horas do dia 12 de Março de 2001 - se encontravam numa unidade de alojamento, mesmo que aí não residam, ou que, mesmo não estando presentes, lá chegaram até às 12 horas desse dia.
População residente Pessoas que, independentemente de no momento de observação estarem presentes ou ausentes num determinado alojamento, aí habitam a maior parte do ano com a família ou detêm a totalidade ou a maior parte dos seus haveres.
Prestações Sociais São transferências, pecuniárias ou em espécie, às famílias ou particulares, efectuadas pelos regimes de protecção social e destinadas a atenuar o encargo que representa para os beneficiários a protecção contra um certo número de riscos ou necessidades. No sistema central, as prestações sociais referem-se exclusivamente às prestações pecuniárias, aos reembolsos e ao fornecimento directo de bens e serviços. Trata-se, em qualquer caso, de prestações directas porque se supõe um aumento do rendimento disponível (ajustado) do beneficiário.
Produto Interno Bruto a perços de mercado (PIBp.m.) O Produto Interno Bruto a preços de mercado representa o resultado final da actividade de produção das unidades residentes. Corresponde à soma dos valores acrescentados brutos a preços de mercado dos diferentes ramos acrescida do IVA onerando os produtos e dos impostos ligados à importação.
Protecção Social Toda a acção desenvolvida por diversas entidades, públicas e privadas, com a finalidade de cobrir riscos, eventualidades ou necessidades do indivíduo ou das famílias, relacionadas com situações de doença, maternidade, acidentes de trabalho, doenças profissionais, desemprego, encargos familiares, habitação, invalidez, velhice, morte, exclusão social, quando essas acções se desenrolem fora do quadro familiar ou individual, sem que para tal haja contrapartida equivalente e simultânea do beneficiário.
 

[ TOPO ]

Q


Quantil de ordem p (Percentil e Quartil)

Chama-se quantil de ordem p, 0<p<1, ou percentil 100p% ao valor Qp tal que 100p% dos elementos da amostra são menores ou iguais a Qp e os restantes são maiores ou iguais a Qp. Os quantis de ordem 0.25 e 0.75 chamam-se, respectivamente, 1º e 3º quartis.

 

[ TOPO ]

R


Recenseamento Estudo científico de um universo de pessoas, instituições ou objectos físicos com o propósito de adquirir conhecimentos, observando todos os seus elementos, e fazer juízos quantitativos acerca de características importantes desse universo.
Recolha de Resíduos Sólidos Um edifício é servido com recolha de resíduos sólidos quando a produção de resíduos relativa aos alojamentos que o constituem está integrada num sistema público de recolha regular e organizada.
Regime de Propriedade do Alojamento Tipologia de entidades proprietárias do alojamento. Os alojamentos poderão ser propriedade dos seus ocupantes ou de outras entidades: particulares/empresas privadas, Estado ou instituições públicas autónomas, empresas públicas, autarquias locais, caixas e outras instituições sem fins lucrativos ou cooperativas de habitação.
Relação de Masculinidade Quociente entre os efectivos populacionais do sexo masculino de um determinado ano e os efectivos populacionais do sexo feminino no mesmo ano.
Rendimento Mínimo Garantido Prestação pecuniária mensal do regime não contributivo, destinada a assegurar aos titulares e aos seus agregados familiares, em situação de grave carência económica recursos que contribuam para a satisfação das suas necessidades mínimas. Esta prestação é complementada por um conjunto de acções destinadas à progressiva inserção social e profissional dos titulares e dos membros do seu agregado familiar. Considera-se que existe grave carência económica quando o rendimento do indivíduo é inferior a 100% da pensão social, ou o rendimento do agregado familiar é inferior à soma dos seguintes valores: 100% do valor da pensão social, por cada adulto, até dois; 70% do valor da pensão social, por cada adulto, a partir do 3º; 50% do valor da pensão social, por cada menor.
Representante do Agregado É deixado à livre escolha, dos membros do agregado, a indicação do indivíduo que revelar ser o mais conhecedor das características dos restantes indivíduos, bem como dos moldes de funcionamento do agregado em termos de compras efectuadas, serviços requisitados e despesas de funcionamento regulares.
 

[ TOPO ]

S


Saldo Migratório Diferença entre o número de entradas e saídas por migração, internacional ou interna, para um determinado país ou região, num dado período de tempo. O saldo migratório pode também ser calculado pela diferença entre o acréscimo populacional e o saldo natural.
Saldo Natural ou Excedente Vidas Diferença entre o número de nados-vivos ocorrido num determinado ano e o número de óbitos ocorrido no mesmo ano.
Sobremortalidade Masculina Designação utilizada para qualificar o excesso de mortalidade masculina em relação à feminina.
Sondagem Estudo científico de uma parte de uma população com o objectivo de estudar atitudes, hábitos e preferências da população relativamente a acontecimentos, circunstâncias e assuntos de interesse comum.
 

[ TOPO ]

T


Tabela de frequências Tabela que apresenta a distribuição da variável, isto é, quais os valores ou modalidades que a variável assume, assim como a frequência com que assume esses valores
Taxa de actividade Relação entre a população activa e a população total .
Taxa de analfabetismo

Esta taxa foi definida tendo como referência a idade a partir da qual um indivíduo que acompanhe o percurso normal do sistema de ensino deve saber ler e escrever. Considerou-se que essa idade correspondia aos 10 anos, equivalente à conclusão do ensino básico primário. Deste modo a fórmula utilizada é a seguinte:

Taxa de Analfabetismo (%)= População com 10 ou mais anos que não sabe ler nem escrever X 100
População com 10 ou mais anos

Taxa de crescimento efectivo Quociente entre o acréscimo populacional e a população média num determinado ano.
Taxa de crescimento efectivo feminino É o quociente entre o acréscimo populacional de mulheres e a população média feminina num ano.
Taxa de crescimento migratório Saldo migratório durante um certo período de tempo, normalmente o ano, referido à população média desse período.
Taxa de crescimento natural Saldo natural durante um certo período de tempo, normalmente o ano, referido à população média desse período.
Taxa de desemprego Taxa que permite definir o peso da população desempregada sobre o total da população activa (nº de desempregados por 100 activos).
Taxa de Fecundidade Geral

Número de nados vivos observado durante um determinado período de tempo, referido ao efectivo médio de mulheres em idade fértil (entre os 15 e os 49 anos) desse período (habitualmente expressa em número de nados vivos por 1000 (10^3) mulheres em idade fértil).

Taxa de Fecundidade Geral =
Número de nados-vivos
X 1000
Efectivo médio de mulheres entre os 15 e os 49 anos
     
Taxa de incidência de SIDA Número de casos de sida diagnosticados, por milhão de habitantes.
Taxa de mortalidade Número de óbitos ocorridos durante um certo período de tempo, normalmente o ano, referido à população média desse período (número de óbitos por mil habitantes).
Taxa de mortalidade infantil Número de óbitos de crianças com menos de 1 ano ocorrido durante um certo período de tempo, normalmente o ano, referido ao número de nados-vivos do mesmo período (habitualmente número de óbitos de crianças com menos de 1 ano por 1000 nados-vivos).
Taxa de mortalidade por VIH Quociente entre o número de óbitos por VIH ocorridos num determinado ano e a população média do mesmo ano expresso em 100.000 indivíduos.
Taxa de natalidade Número de nados-vivos ocorridos durante um certo período de tempo, normalmente o ano, referido à população média desse período (número de nados-vivos por mil habitantes).
Taxa média anual de crescimento (TMAC) Indica o ritmo de crescimento anual médio permitindo comparações entre períodos de amplitudes diferentes.
Tipologia de arrendamento do edifício Considera-se a possibilidade de o alojamento estar arrendado (mobilado ou não pelo senhorio), subarrendado ou noutra situação (cedido, porteiros, etc.).
 

[ TOPO ]

V


Valor Acrescentado Bruto (VAB) Valor bruto da produção deduzido do custo das matérias-primas e de outros consumos no processo produtivo.
Valores aberrantes Valores que se distinguem dos restantes, dando a ideia de não pertencerem ao mesmo conjunto de dados.
Variância Medida que se obtém somando os quadrados dos desvios dos dados relativamente à média e dividindo o valor da soma pelo número de observações menos uma.
Variável aleatória Uma variável aleatória X é uma função que associa a cada ponto do espaço de resultados S, um número.
Volume de negócios Valor total da facturação, com exclusão do IVA, realizada pela empresa durante o período de referência, correspondente à venda de mercadorias, produtos acabados e intermédios, subprodutos, desperdícios, resíduos e refugos e à prestação de serviços a terceiros.
 

[ TOPO ]