ÍndiceII. Experiência Aleatória

Introdução

Parte 1 de 3

 

Todos os dias somos confrontados com situações, que nos conduzem a utilizar, intuitivamente, a noção de probabilidade:
  • Dizemos que existe uma pequena probabilidade de ganhar o totoloto;
  • O político deseja saber qual a sua probabilidade de ganhar as eleições;
  • Dizemos que existe uma grande probabilidade de não chover num dia de verão;
  • O médico interroga-se sobre qual a probabilidade de um doente, tratado com um novo medicamento sobreviver.